Abílio Santana chora e faz convocação de “repúdio contra Bíblia gay”

O pastor Abílio Santana publicou alguns vídeos nas redes sociais onde fala sobre o processo que está respondendo por “calúnia e difamação” após ter ofendido os autores dos comentários da Bíblia Graça Sobre Graça, chamada por ele de “bíblia gay”.

Os autores do processo, aberto na 5ª Vara Criminal do Estado da Bahia são os militantes LGBT Jefferson Raphael Caetano Lira e José Marvel Queiroz de Sousa. Eles ingressaram com uma queixa-crime contra Santana após o pastor ter criticado a publicação da Bíblia  cujos comentários foram elaborados por Marvel, que se apresenta como pastor e teólogo

Abílio está fazendo uma convocação para que os cristãos baianos o apoiem amanhã em uma reunião no Fórum Lapinha, em Salvador. O evento também servirá como ato de “repúdio à Bíblia gay”.

Em um dos vídeos o pastor Abílio chora e diz que não tem recebido da parte das lideranças evangélicas o apoio que esperava, no momento em que enfrenta um processo por defender a fé cristã.

Alguns líderes conhecidos da Assembleia de Deus, como Marco Feliciano, Napoleão Falcão e Marcos Pereira estão divulgando abertamente seu apoio a Santana. Mesmo assim, ele diz que é pouco e está feliz por ter recebido apoio do “povo”.

O Outro lado

Marvel contatou o portal Gospel Prime para dizer que ele e Jeferson não foram notificados da audiência nesta terça (12). “De pronto, deixamos claro que a comoção que o Pastor Abílio Santana está fazendo, ao postar um vídeo chorando, pedindo apoio e a presença de todos os seus fiéis em frente ao fórum lapinha em Salvador mostra com clareza que ele “NÃO AGIU CORRETAMENTE” ao postar vídeos falando sobre a Bíblia Graça sobre Graça e quanto à minha pessoa, bem como à pessoa do meu esposo, de forma ofensiva e difamatória”.

Marvel reclama também que as afirmações do pastor Santana sobre a Bíblia comentada por ele “não são coerentes com o trabalho sério, legal e sacro que vem sendo desenvolvido”. Dizendo ainda estar decepcionado com a proporção que o caso tomou, insiste que Abílio Santana “falou do que não conhecia” e está fazendo outros pastores replicarem “a mesma mensagem mentirosa”.

Deixe seu comentário