Mulher morre atropelada na BR-262, motorista fugiu e foi preso em Reduto

A imagem pode conter: 1 pessoa

MANHUAÇU (MG) – Jane Rodrigues de Souza, de 40 anos, morreu por volta de 6h da manhã desta sexta-feira (06/01), na BR-262, na saída de Manhuaçu para Reduto. Ela seguia para o trabalho quando foi atropelada no acostamento e morreu no local. O motorista do veículo Escort fugiu sem prestar assistência.

Portal Caparaó

Os Policiais Rodoviários Federais Tadeu Lima e Célio Vasconcelos atenderam a ocorrência, enquanto o perito Wallisson Lemes da Polícia Civil fez o trabalho pericial do acidente.

PRISÃO

Ainda na manhã desta sexta-feira, Paulo Rafael, 29 anos, foi preso poucas horas depois do acidente. Ele foi preso pela Polícia Militar, que deu apoio à PRF na ocorrência.

Populares denunciaram o veículo estacionado no posto de combustíveis no centro de Reduto. A perícia e a Polícia Rodoviária Federal se dirigiram para o local. Uma equipe da PM localizou todos os ocupantes do veículo, incluindo o motorista.

Paulo Rafael contou que pegou o carro do patrão, que está em viagem, passou a noite numa festa em Reduto e, durante a madrugada, veio para Manhuaçu.

Segundo as primeiras informações, quando retornava para Reduto iniciou uma ultrapassagem, em local proibido, quando atropelou Jane que seguia pelo acostamento da via. “Foi muito rápido eu não vi a mulher, senti a batida e os estilhaços do vidro caindo sobre a gente. Eu fiquei sem saber o que fazer e vim pra casa”, disse o motorista.

Paulo Rafael é inabilitado e o teste do bafômetro acusou 0,30 mililitros de álcool por litro de ar expelido (quantidade abaixo do limite proibido).

Agora vai responder pelo atropelamento, com o agravante de não ter habilitação e ter fugido sem prestar socorro à vítima.
Paulo foi encaminhado pra a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Manhuaçu para atendimento, pois sofreu cortes causados pelo acidente. Em seguida, foi levado preso para a delegacia de Manhuaçu.

Fonte: Portal Caparaó