Itamaraty informa que há 26 brasileiros detidos nos EUA e nas Bahamas

Os barcos que fazem a rota entre Bahamas e Flórida ficam muito acima da lotação permitida

Vinte e seis cidadãos brasileiros estão detidos, neste momento, sob a acusação de tentarem entrar ilegalmente nos Estados Unidos. Do total, 14 pessoas se encontram na prisão de Pompano Beach, na Flórida, e outras 12 estão presas em Nassau, capital das Bahamas.

Esse fluxo migratório de Nassau a Miami vem sendo usado com cada vez mais frequência por brasileiros desde 2011, segundo o Ministério das Relações Exteriores. Foi o mesmo percurso que teria sido feito pelo grupo de 19 pessoas que saíram do Brasil em direção aos EUA e, desde 6 de novembro último, estão desaparecidas.

“Esse grupo de pessoas de que não temos notícias não tem nada a ver com os brasileiros que estão detidos nos EUA e nas Bahamas”, assegurou um diplomata.

No caso de Pompano Beach, não necessariamente todos os 14 brasileiros presos, que estão à espera de serem deportados de volta para o Brasil, estavam na mesma embarcação. Funcionários do consulado do Brasil em Miami visitaram essas pessoas na semana passada para prestarem assistência jurídica, consular e verificar as condições de saúde em que se encontram.

As prisões ocorridas em Nassau foram comunicadas à embaixada do Brasil no último dia 21. As acusações são de imigração ilegal ou expiração de visto – o brasileiro pega visto para permanecer nas Bahamas por determinado tempo, à espera do “coiote” que o levará aos EUA, mas nem sempre esse processo é rápido e ele acaba ficando no país de forma irregular.

No período de 2011 a 2015, 278 brasileiros foram detidos no fluxo migratório de Nassau a Miami. Os dados de 2016 ainda não fechados.

Fonte: Brazilian Times

Deixe seu comentário