De Timóteo: Hilário tem registro de candidatura cassado pelo TSE

A imagem pode conter: 1 pessoa

Facebook

Em uma decisão monocrática, o ministro Herman Beijamin, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve nesta segunda-feira (19), o indeferimento da candidatura de Geraldo Hilário Torres (PP), prefeito eleito em Timóteo-MG.

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) havia negado o registro de candidatura de Hilário baseado em um pedido de impugnação feito pelo PSDB. Um dos motivos seria uma condenação por abuso de poder político e econômico em 2008.

Agora, há uma dúvida, como em casos anteriores, sobre o destino da cidade. Moradores ainda não sabem se o segundo colocado assume, ou se serão convocadas novas eleições e, neste caso, o  município tenha como prefeito interino um dos 15 vereadores eleitos no dia 2 de outubro.

“O ministro Herman Benjamin, do Tribunal Superior Eleitoral, mudou, na data de hoje, seu entendimento sobre matéria jurídica já pacificada no tribunal. Diante disso, decidiu, monocraticamente, indeferir nosso registro de candidatura. Nossa equipe jurídica já está a postos e pronta para evitar que haja prejuízo à decisão majoritária do Povo de Timóteo”, afirmou.

Essa decisão do ministro Herman Beijamin é fruto de recurso interposto pela Coligação Somos Todos Timóteo, do candidato Sérgio Mendes-PSDB, ex-prefeito da cidade.

Plox

Deixe seu comentário