Em Timóteo funcionário de uma funerária fez procedimento em um corpo e família se revoltou. Veja

Imagem1za

 

A família do senhor Joaquim Henrique foi surpreendida na manhã desta quinta-feira (21). O funcionário de uma funerária, em frente ao hospital São Camilo, no Timirim, em Timóteo,  pediu uma quantia para um procedimento no corpo que, segundo ele, seria feito por um médico. A família descobriu que foi o próprio funcionário quem fez em um local sem o mínimo de higiene. Os envolvidos falam sobre o caso.

2 comentários to Em Timóteo funcionário de uma funerária fez procedimento em um corpo e família se revoltou. Veja

  • Anonimo Conhecido  says:

    Só essa musica que ficou muito alta Silas, abaixa ela da próxima vez, quase não se escuta algumas palavras que as pessoas falam.

  • Geneiza Sampaio  says:

    Lugar sujo e com procedimentos inadequados para funerária.
    ABSURDO o que eles fazem com o corpo dos mortos. Alem do gasto normal eles cobram 400,00 para “um médico” aplicar injeção que evita o sangramento no corpo durante o velório. Tudo uma mentira, médico não frequenta funerária, não existe esta injeção e o procedimento utilizado é colocar o corpo do morto de cabeça para baixo, fazer um corte no pescoço e deixar o sangue escorrer. ABSURDO.
    Tanatopraxia é o procedimento de retirada de sangue do corpo, so pode ser realizada por uma pessoa capacitada, formada em Tanopraxia Avançada e Reconstituição Facial, curso oferecido por faculdades reconhecidas pelo MEC. A Tanatopraxia é a técnica de conservação e reconstituição de cadáveres, cujo principio está na aplicação de um líquido conservante e desinfetante.Há a orientação para utilização da tanatopraxia quando: o corpo necessite ser transportado por longas distâncias, nescessidade de prolongar o velório por mais de um dia, quando a decomposição do cadáver estiver acelerada e ainda para aqueles que tenham padecido de uma longa enfermidade.O processo é realizado em Laboratório o clínicas especializadas, por 2 bombas, uma injeta o líquido pela veia Ilíaca Esquerda ou pela jugular interna direita. A outra bomba é usada para retirar o líquido, sangue, fezes e demais detritos do corpo.
    Esse material retirado é depositado em 2 tanques sépticos, colocado sob o solo, de uma profundidade de 1,80 metros. O primeiro tanque séptico contém uma bactéria- super bac – Biocubo Genesis que são sólidos carregados de microorganismos que possuem alta capacidade de digerir resíduos orgânicos depois o líquido através de um filtro é enviado ao fundo de um outro tanque séptico, especialmente construído com pedras e depois é enviado ao esgoto. Quando realizado de forma correta não causa nenhum dano ao meio ambiente.
    E o que presenciamos na FUNERÁRIA SÃO JORGE foi uma técnica bruta e cruel, totalmente em desacordo com as normas de segurança ambiental e médica, realizando um processo que a família não solicitou.

Deixe seu comentário